quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Um simples dia de Dezembro...




Logo cedo fui caminhar na praia. O sol como já esperava estava lindo, amornando o mar que tinha ondas rasas. Na areia havia flores, possível oferenda deste dia santo, deste dia pagão.  E no vai e vem das ondas elas foram devolvidas pela rainha do mar, pelas sereias...quem sabe?
Meu vestidinho branco de cambraia foi salpicados pela areia fina que pulou dos meus pés enquanto eu corria. Que delícia poder bagunçar tudo assim...
Senti saudade das coisas simples, de andar de mãos dadas, de correr descalça, de gargalhar, de orar olhando pro mar, de sentir a maresia se espalhando no meu cabelo.
Senti saudades de ouvir apenas o vento, de compartilhar meus segredos com o silêncio e de sorrir por este dia tão lindo. De ver as cores das conxas cintilando dentro da água salgada.
Dias assim são únicos, eu caminhei apenas, eu enxerguei as coisas simples que estão sempre a nossa volta. O dia foi de mar, foi de azul clarinho, foi de areia, de silêncio, foi um dia de coisas simples.
Foi um dia de Dezembro e eu sorri por estar ali!
Obrigada paizinho...sempre!

4 comentários:

carlos disse...

Poetiza...

Tay disse...

Ai a saudade que não me cabe...
E olha que você ainda tem o mar...
Nem isso eu tenho.

Tanta tanta tanta saudade, de você, da Lunna, de tanto sentimento e coisas que se foram...

A nostalgia voltou a me atacar e dessa vez estou novamente tristinha...

Beijooo!
Te amo!

Tay disse...

PS: Achei lindo o novo layout...

Ғelipe disse...

Adorei o novo Background!!
Ficou muito mais bonito - muito feminino..
Que bom que a tranquilidade voltou a te acompanhar, ela etá fugida de mim ultimamente sabe?!
Está tudo muito movimentado, acontecendo coisas demais na minha opininão...
Vo tentar atualizar o blog sempre que der, mas vou estar sempre lendo aqui..
Fica com Deus.
;*