domingo, 27 de fevereiro de 2011




Numa tarde de sábado o vento atravessa a cortina
Brinca com meus cabelos e me convida a participar
Fecho os olhos sem cerimônia, não preciso falar nada
Só escuto e sinto
É outono.

Um comentário:

João Átila disse...

Preguiça mansaaa
Leventa da cama linda.
Sorria que o mundo e Deus te quer sorrindo.
amo-te
bjss