quarta-feira, 30 de março de 2011

Leucemia

"Uma força singular de amor a vida"


Quando você não tiver mais nada pra fazer dê um abraço.
Aperte pra que o outro sinta ao menos o teu pulso.
Faça o que for menos provável, limpe a pia, faça um leite morno, um sanduiche. Se doe!
Ofereça sua presença, a sua dor mesmo que muito inferior a dela.
Torne-se mãe mesmo sem ser, cuide. E se isso ainda não for possível esteja presente.
Não atreva-se a responder todos os "porques", seja sábio.
Hoje é mais um dia pra você e que "seja doce"e se não for supere.
Não é fácil falar sobre alguém que morreu, escrever sobre a tristeza de uma mãe
É uma sensação de pausa silenciosa, de uma dor que evapora lágrimas.
Eu vi você chorando e eu sinto muito por tudo isso.
Eu já vejo a saudade que você sentirá do sorriso dela
Gostaria que hoje fosse um dia de primavera pra você!

Ouvindo legião e pensando no velho ditado "A vida é muito curta".
Agradecida a Deus por todas as oportunidades!
Mainha te amo taaaanto!
Um xeiro em todos!

2 comentários:

João Átila disse...

Lindo post meu anjo
A dor arranca nossas forças, e é nesse momento que devemos por nossa dor, na mão de Deus.
Que Deus te abençoe meu anjo
Amo vc

AlÂn sAymOn disse...

CONFORTA-TE NO SENHOR, POIS NOS BRAÇOS DELE NOSSA FRAQUEZA É FORÇA...