segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Moreno

"You'd know how the times flies
Você saberia como o tempo voa
Only yesterday was the time of our lives
Ontem foi o momento de nossas vidas
We were born and raised in a summer haze
Nós nascemos e fomos criados numa neblina de verão
Bound by the surprise of our glory days
              Unidos pela surpresa dos nossos dias de glória."                                                                                                                             
Adele             



Enquanto ela passeava com seu vestido estampado, sandálias vermelhas e os cabelos soltos não se via mais aqueles olhos tão tristes, a menina agora mudou de estação. Com a virtude daqueles que sabem sorrir, ela ria silenciosamente e sem perceber, convidava a todos.
Era gostoso de ver,  todos percebiam que seu andar estava mais leve, como se bailasse com as borboletas.
Ela realmente parecia voar...
Onde estavam aqueles olhos tão marejados? Onde estava aquela menina que perdia as lágrimas?
Ouviram dizer que ela já não morava mais naquela rua, mudou-se como mudam as estações...
As pessoas gostaram mais de estar perto dela, todos queriam sorrir um pouco mais. Todos queriam aprender a dançar com as folhas de outono, com a chuva de um verão atrapalhado. As pessoas queriam entender o segredo da felicidade que cheirava a flores silvestres.


Ouvindo Adele e sentindo saudades, mas com o coração cheio de alegria. Rindo com o fígado e sentindo o cheiro de flores que ficou por aqui...
;* 

5 comentários:

Taynná disse...

Minha linda, eu sei que não tenho tido muito crédito, mas ver você assim, alegria estampada num olhar, feito buquê grande e charmoso de margaridas me faz querer pegar um avião e ir parar aí. Pernambuco tem seu charme, mas com você tem muito mais, quase se iguala à Minas.
Felicidade brota de dentro, não pode estar em nada que não tenha nascido em você. As estações vão e o que era cinza por natureza se converte em verde riso. Verde vida. Verde restauração. Talvez seja a chuva que traga isso, talvez seja o sol, talvez seja a nossa vontade de cavar e encontrar em algum lugar a felicidade. O fato é que ver você assim, rindo com o fígado faz brotar aqui um sorriso também.
Amo você.

Mesmo sendo esquecida.

Luna Sanchez disse...

Abençoada seja sempre a nossa capacidade de superação!

Sorrisos são eternos, lágrimas evaporam. Isso é prova incontestável de que Deus existe.

Um beijo, querida. Feliz Natal!

AlÂn sAymOn disse...

Amei a citação de Adele.... Bom te ver assim: Feliz...

Beijão no coração!!!!

Eve disse...

Lindo, lindo!

Vanessa Souza Moraes disse...

A alegria e seus aromas...