terça-feira, 30 de agosto de 2011

Hoje

"Não sei, mas sinto, uma força que embala tudo
Falo por ouvir o mundo, tudo diferente de um jeito bate ."


"Eu sempre estendi as mãos para as borboletas...
Abria os braços para o passado saudoso...
Para o futuro sonhado...
Mas nunca tocaram em mim.
Hoje, fiquei imóvel e uma pousou no meu pé."
                                                                                Fábio Rocha.




Sentindo saudade, ao som de Maria Gadu.

2 comentários:

AlÂn sAymOn disse...

"(...) Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem (...)"

Cristiny* disse...

*___*