quinta-feira, 13 de maio de 2010

A arte de crer...


E de repente ela se sentiu confusa, não sabia bem se aquilo que estava "exposto" era a verdade. Ela já tinha se machucado antes e cada passo de uma vez era necessário, cautela porque o cordeiro poderia não ser manso. E dividida em crer ou não ela estacionou por um instante, o mais correto era pausar, ficar tranquila, ela buscou a Deus. Não estava desesperada mas repousar a sombra e no caminhar segura poderia sorrir abertamente, dentro da verdade ela poderia gargalhar ingenuamente, até chorar sem vergonha e assim ir com ou sem as mãos dadas, mas era importante clareza.
Sem clichê mas ela não precisou esperar muito, foi só um  "olá" e como quebra-cabeça as peças foram encaixadas, ela tinha razão em suas dúvidas, dizem que mulher tem sexto sentido...rs não era um cordeiro manso. Por um instante ela se surpreendeu, ficou triste, chorou mas riu em seguida, as coisas de Deus são assim mesmo, reveladoras e surpreendentes! 
Não a culpo por insistir em contos, em anjos negros, em tocadores de cítaras, em acreditar nas pessoas. Ela sempre acredita, ingênua? não a considero assim, ela busca porque a felicidade existe em coisas simples, porque ela vê sempre margaridas pela manhã e o som que escuta ao entardecer é o que deseja e hoje a tarde é de clarinetes afinados que acompanharão o por do sol mesmo se as nuves não permitirem que ela veja o espetáculo do fim do dia.
Ela se cansa as vezes, como mortal que é, vive como se fosse o último e entrega seu sorriso para quem vê. É encantada com a vida e cada detalhe é questionador o que seria dela sem aquelas folhas que caem no outono, como ela poderia rabiscar seus pensamentos sem uma história de amor, sem os amigos que a fazem tão bem, sem a família linda que tem, o que seria dela se não crêsse em um Deus revelador? Provavelmente ela se fecharia dentro de uma caixa pequena, sem furos, sem ar, ela não tiraria fotos, não adoraria o verde, possivelmente ela não transbordaria de amores e muito menos acreditaria nas pessoas.
O melhor pra ela? Buscar a Deus e o melhor de tudo isso? Ela sabe e assim espera, mesmo como um mortal, ainda ansiosa pelo dia de amanhã. Mas a vida tem ensinado que todas as folhas terão seus dias ao vento, que pessoas incríveis sempre devolverão o sorriso ofertado e que o melhor de Deus ainda estar por vir, isso é só o começo.
E como que chegando ao fim deste post digo a vocês que possivelmente esbarrarão em sorrisos desconhecidos hoje e o que faz o dia ficar melhor? retribua, talvez você também acredite nas pessoas...

PS: Carlinhos eu te amo mais do que sorrir contigo ^^

5 comentários:

carlos disse...

Cabeção!
Estarei sempre aqui, silencioso, ouvinte, amigo, sincero, pro que der e vier.
E eu te amo mais do que sorvete nata goiaba!

Leo disse...

muito bom cris *.*

Eu também acredito nas pessoas, e muitas vezes nos decepcionamos por acreditar muito, mas mesmo assim não me arrependo, não vou deixar de acreditar porque alguém não cumpriu minhas espectativas. O segredo é tirar coisas boas mesmo quando acontecem as ruins.^^
bjs cris tu és d+ :D

Igor Nascimento disse...

Incrível como você sabe expressar exatamente o que pensa e sente, como as tuas palavras soadas mais como odes do que com qualquer outra coisa, nos faz prender a atenção..
A busca pelo que é agradável é algo belíssimo quando sabemos o que nos agrada, seu caso. Você faz algo importante e essencial: Você evidencia as virtudes e isso agrada, não somente a você, mas a todos nós que estamos perto, pois assim você nos contagia com a tua alegria estonteante e sorriso de felicidade óbvia!!

Obrigado por você!!

George disse...

Mais uma vez, suas palavras têm um significado poetico e salutar, exalando as mais sinceras e verdadeiras narrativas que poderia ser exposto.

A transpiração, tornou-se uma sonata, onde cada lágrima transformou-se em acorde, com a intensidade de uma grande mulher e a singeleza do poeta...

Como sempre, seus posts são balsamos e um aprendizado a mim, leal leitor e admirador de suas obras.

Bjs...

Tay disse...

Bem, eu sou uma péssima amiga, isso é um fato! E eu fiquei até com ciúmes do Carlinhos porque ele tem uma foto com você e eu não.
Mas acontece que eu fico tão feliz em ver que você quer encontrar o seu caminho, aquele que é só seu, que só VOCÊ pode cruzar.
Peço tanto a Deus para que esse caminho seja simples e cheio de lições importantes... Como te disse, todo mundo passa na nossa vida por algum motivo, ainda bem que nós podemos escolher aqueles que apenas passaram e aqueles que serão eternos.
Espero mesmo que a calmaria de mar pós-ressaca se achegue ao seu coração.
Te amooooo!

Beijos do pão de queijo mais enrolado de Minas Gerais!

:D