sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Para mim...


"Ausência

Por muito tempo achei que ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje há falta na lastima.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a branca, tão pegada, aconhegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim."

Carlos Drummond de Andrade.


*E o vento me disse hoje cedinho...vá ser Feliz menina bonita!
 E eu vou...

5 comentários:

João Átila disse...

E vc vai meu amor
A felicidade vai adentrar em vc
Amo-te

strIgOi sAn disse...

Durante muito tempo este foi um dos poemas que descreviam meu estado de espirito quanto a vida, acho que foi o primeiro poema de Drummond que li, o poema que me fez virar fã dele rsrs... O engraçado é que tambem tenho este poema no meu blog rsrsrs... Adorei...

Thammyy disse...

Nooossaa! Esbanjando Carlos Drummond! Quero ver essa ausencia toda aqui perto de mim...^^

Te amo linda! Fica com Deus!

Kivia Nascentes disse...

Hum, acho que vou ser feliz também, Ótima idéia!
beijos.

Cristiny* disse...

Adoro vocês! :D